Portfólio de Atividades

Escola Espaço Livre

A escola de educação infantil foi fundada no dia 31 de maio de 1986 como “escolinha do padre”, mais tarde  nomeada, após votação do alunado (de 3 a 6 anos), de Escola Espaço Livre.

De início a criançada estudava no salão do próprio Centro Sócio-pastoral. Dispostas em bancos de madeira, ao redor de uma grande mesa, cerca de 40 crianças eram assistidas por duas professoras. Nesse tempo, já havia o olhar pedagógico característico das ações de educação desenvolvidas  pelo Centro. No entanto, o mais importante era atender a demanda comunitária por espaços que acolhessem a criança, como creches.

Desde 1996 a “escolinha” como ainda é carinhosamente chamada mudou-se do Centro Sócio para seu prédio próprio, e hoje mantém convênio com a Prefeitura Municipal do Natal. Com o aumento da demanda, atende cerca de 200 crianças de 3 a 6 anos de idade nos turnos matutino e vespertino, assistidos por 9 funcionários.

Com 35 anos de atuação na comunidade de Mãe Luiza a Escola Espaço Livre tem como princípios defendidos pela instituição: a consciência da obrigação pública frente à infância, que é sujeito de direitos públicos por parte do Estado e da sociedade como um todo,  tendo a ética como pressuposto das relações interpessoais e o trabalho cooperativo entre criança, família, escola e comunidade.

Casa Crescer

A Casa Crescer foi fundada no dia 17 de maio de 1993, de início atendia as crianças desnutridas do bairro de Mãe Luiza, em uma das primeiras ações do Centro Sócio-pastoral chamada de “Amigos da Comunidade”. Com a erradicação da desnutrição no bairro, a Casa passou a atender outros propósitos.

Como espaço educativo de atividades extraescolares, a Casa Crescer passou a ser uma instituição pioneira na concretização da “educação integral” no bairro. Sua equipe com cerca de 15 funcionários atende cerca de 180 crianças e adolescentes, com idade entre 07 e 15 anos, nos turnos matutinos e vespertino, que devem, como critério, estar matriculados nas escolas da rede municipal e estadual da comunidade de Mãe Luiza e bairros adjacentes.

Tendo como principal objetivo a complementação do ler, escrever e contar sob a ótica do cuidar, educar e brincar; a Casa Crescer é uma escola de contra turno que oferece: reforço escolar, esporte (prática esportiva do vôlei, capoeira, futsal e iniciação ao esporte), informática, aula de artes e musicalização dentro da pedagogia de projetos.

A Casa crescer é referência de alfabetização na comunidade e de encaminhamento e orientação para o ingresso em instituições como o IFRN, oportunizando aos alunos que queiram, a formação de grupos de estudo pró IFRN.  

instituição de longa permanência para idosos espaço solidário

O Espaço Solidário foi fundado em 2001, tem como missão acolher idosos do bairro de Mãe Luiza em situação de vulnerabilidade, que queiram morar ou simplesmente passar o dia na companhia de outros, proporcionando-lhes bem estar, dignidade e participação, em condições de liberdade e dignidade.

Instituição de Longa Permanência para idosos, dispõe de uma equipe de 28 funcionários especializados que atende atualmente 24 moradores; sendo também um “Centro Dia” acolhendo cerca de 20 idosos diaristas, além de Centro de Convivência para cerca de 20 idosos que participam de atividades específicas.

No Espaço Solidário os idosos da comunidade  dispõem de acompanhamento médico, fisioterapia, hidroginástica, rodas de conversa, passeios semanais, atividades lúdicas de dança e artes, acompanhamento psicológico e espiritual.

A instituição é referência na cidade no que diz respeito ao cuidado com o idoso. Sendo uma das suas prerrogativas estabelecer pontes entre o idoso e a comunidade, de modo a construir a cada novo dia a percepção de que é papel dela cuidar de seus idosos.

ginásio poliesportivo arena do morro

O Ginásio Poliesportivo Arena do Morro é um espaço multiuso de gestão compartilhada entre Estado, Centro Sócio-pastoral e a comunidade de Mãe Luiza. Desde sua inauguração em 9 de abril de 2014, desenvolve diariamente diversas atividades de cunho esportivo, eventos, seminários e atividades culturais abertos à comunidade.

Essa agenda densamente preenchida, dá ao ginásio utilidade plena, confirmando sua imensa relevância social. Os trabalhos desenvolvidos beneficiam, semanalmente, cerca de 500 à 600 crianças, jovens e adultos através do desenvolvimento de diversas modalidades esportivas.

No entanto, o Arena do Morro vem cumprindo outros papéis. A presença  do ginásio permitiu uma extraordinária redução da violência em Mãe Luiza. O número de assassinatos caiu pela metade e a área do farol, onde se encontra, apesar de ainda marcada por assaltos e furtos, foi reintegrada à vida do bairro. Tudo isso demonstra o poder transformador do esporte e a importância das políticas de cultura e lazer para a reintegração de jovens e adultos em situação de vulnerabilidade social de volta a sociedade.

A Arena do Morro, também, foi eleito uma das cinco melhores edificações do mundo, na categoria Arquitetura Esportiva, segundo o portal britânico archidaily.com, que promove o “Building of the Year Award”, em 2015.

Escola de Música de Mãe Luiza

Inaugurada em 28 de abril de 2018, a Escola de Música de Mãe Luiza visa dar oportunidade as crianças e adolescentes da comunidade ao aprendizado da linguagem musical, através de aulas de teoria e percepção, visando integrá-los na prática de instrumentos e posteriormente em grupos musicais, como: banda rítmica, banda de flauta doce, grupos de câmara e banda filarmônica. Com um calendário de atividades pré-estabelecido cria uma rotina de aulas, ensaios e apresentações.

Com um quadro atual de 3 professores, com formação profissional na área, e apoio técnico, o projeto atende 75 alunos. Sendo 33 já musicistas, componentes da Banda Filarmônica de Mãe Luiza, e 42 em processo de musicalização.

São critérios do projeto: beneficiar estudantes na faixa etária de 8 aos 15 anos de idade; estar matriculado e frequentando uma escola e ser morador do bairro de Mãe Luiza.

A sede do projeto dispõe de salas multiuso adequadas para a prática musical, um auditório climatizado e com a acústica ideal para concertos de câmara, e instrumentos suficientes para atender a formação de uma Banda Filarmônica, assim como para estudo e prática dos alunos.

A Banda Filarmônica de Mãe Luiza já se apresentou em diversas partes do Estado do RN, participando de diversos eventos como convidados e participantes de seminários e workshops da área.